XVI SRHNE 2022
 
 
 

APAC

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) foi criada através da Lei Estadual nº14.028 de 26 de março de 2010 com o objetivo de fortalecer o planejamento e a regulação dos usos múltiplos dos Recursos Hídricos do Estado e o Sistema Integrado de Gerenciamento dos Recursos Hídricos (SIGRH), e fortalecer o planejamento e regulação dos usos múltiplos das águas no Estado de Pernambuco e consolidar a Política Estadual de Recursos Hídricos (Lei nº 12.984/2005).
A Apac tem como missão executar a Política Estadual de Recursos Hídricos, planejar e disciplinar o uso da água no âmbito do Estado de Pernambuco, gerenciar o monitoramento hidrometeorológico dos rios e reservatórios, realizar previsões de tempo e temperatura no Estado, conforme previsto na lei de criação da Agência.
O governo de Pernambuco trabalha para garantir, de forma sustentável o acesso democrático à água para todos os cidadãos investindo em infraestrutura hídrica e de saneamento, na redução de perdas, na melhoria dos serviços de saneamento básico e na garantia do fornecimento de água para atividades produtivas (indústria, agricultura e serviços).
Para garantir o desenvolvimento econômico sustentável cuida do meio ambiente e atua na proteção e conservação dos mananciais. Pernambuco também está fortalecendo a estrutura de gestão dos recursos hídricos.  A água é um bem de domínio público e direito de todos.

Visite: https://www.apac.pe.gov.br/ 
 

 

CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação do Ministério da Educação (MEC), desempenha papel fundamental na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados da Federação.
Em 2007, passou também a atuar na formação de professores da educação básica ampliando o alcance de suas ações na formação de pessoal qualificado no Brasil e no exterior. 
A CAPES tem sido decisiva para os êxitos alcançados pelo sistema nacional de pós-graduação, tanto no que diz respeito à consolidação do quadro atual, como na construção das mudanças que o avanço do conhecimento e as demandas da sociedade exigem.
O sistema de avaliação, continuamente aperfeiçoado, serve de instrumento para a comunidade universitária na busca de um padrão de excelência acadêmica para os mestrados e doutorados nacionais. Os resultados da avaliação servem de base para a formulação de políticas para a área de pós-graduação, bem como para o dimensionamento das ações de fomento (bolsas de estudo, auxílios, apoios).
Visite: https://www.gov.br/capes/pt-br 

 

CASAL

Atualmente a CASAL atua em 77 municípios do Estado, inclusive Maceió, sendo responsável pelo abastecimento de água tratada nestes municípios.
No tocante a esgotamento sanitário, presta serviço às cidades de Maceió, Maragogi, Piranhas, Batalha, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios e Paulo Jacinto.
A missão da CASAL é promover a qualidade de vida da sociedade alagoana com ética e responsabilidade social satisfazendo os clientes internos e externos, através da prestação de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário de excelência, com sustentabilidade socioambiental e financeira.
Praticamente todos os municípios localizados no semiárido e a maioria dos situados na zona da mata e agreste estão conveniados com os Sistemas de Abastecimento da CASAL, num total de 77 municípios.
Visite: https://www.casal.al.gov.br/ 

 

CBHSF-PEIXE VIVO

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) é um órgão colegiado, formado por representantes do poder público, da sociedade civil e dos usuários de água, que tem por finalidade realizar a gestão descentralizada dos recursos hídricos da bacia, visando a proteção de seus mananciais e o desenvolvimento sustentável ao longo do rio São Francisco. 
Para tanto, o CBHSF possui atribuições normativas, deliberativas e consultivas. Sua missão é descentralizar o poder de decisão, integrar ações públicas e privadas; e promover a participação coletiva em prol da bacia, reunindo representantes de todos os setores da sociedade. Tem por objetivo implementar a política de recursos hídricos em toda bacia, estabelecer regras de conduta locais, gerenciar conflitos e interesses locais.
A Agência Peixe Vivo, por sua vez, é uma entidade civil sem fins lucrativos, pessoa jurídica de direito privado, que exerce desde junho de 2010 as funções de Agência de Bacia Hidrográfica para o CBHSF, com a finalidade de prestar apoio técnico-operativo ao Comitê na gestão dos recursos hídricos da bacia, realizando o planejamento, a execução e o acompanhamento de ações, programas, projetos, pesquisas e quaisquer outros procedimentos aprovados, deliberados e determinados por cada Comitê de Bacia ou pelos Conselhos de Recursos Hídricos Estaduais ou Federal.
Visite: www.cbhsaofrancisco.org.br/  e www.agenciapeixevivo.org.br 

 

COMPESA

A COMPESA foi fundada em 1971 com a missão de levar água e esgotamento sanitário aos pernambucanos. Desde então, uma intensa expansão foi planejada todos os anos e, hoje, quase todos os 184 municípios do Estado, mais o distrito de Fernando de Noronha, estão na rota de trabalho da Companhia. Sua missão é prestar, de forma sustentável, serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, atendendo às necessidades dos clientes.
Princípios fundamentais:
Promover a prestação de serviço de forma sustentável, atendendo às normas e legislações vigentes, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida dos clientes;
Buscar a garantia do fornecimento de água e da coleta e tratamento de esgoto, em quantidade e qualidade suficientes, fortalecendo a imagem da empresa perante o mercado;
Estimular o desenvolvimento dos colaboradores, buscando promover sua capacitação continuada nos processos de gestão e seu bem-estar;
Proporcionar a melhoria contínua dos processos, visando à eficiência da prestação de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, satisfazendo as necessidades dos clientes.
Visite: https://servicos.compesa.com.br/ 

 

ELETROBRAS - CHESF

Uma das maiores concessionárias de eletricidade do Brasil!
A Chesf gerencia uma rede composta de 110 postos hidrométricos, 3 estações climatológicas e 10 reservatórios. Possui um sistema de previsão de vazões e níveis para os reservatórios e rios, com horizonte desde diário até anual e mantém modelos hidrológicos e hidráulicos para a gestão integrada dos aproveitamentos hídricos.
A Empresa opera os seus reservatórios visando o controle da vazão dos rios e em especial a defluência na usina de sobradinho rio São Francisco, com base em regras e diretrizes estabelecidas para esse fim, pela Agência Nacional de Águas – ANA e pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, homologadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, respeitando as restrições advindas dos diferentes usos da água nas bacias. A cada período (úmido ou seco), a Chesf emite comunicados informando sobre a situação hidrológica das bacias hidrográficas, alertando sobre ações preventivas necessárias por parte de cada entidade, visando a convivência com os efeitos provocados pelas vazões que costuma ocorrer durante cada estação.
A Chesf tem trabalhado unindo modernos recursos tecnológicos à experiência de sua equipe técnica, no sentido de gerar energia dentro do contexto da multiplicidade de uso da água. Sua missão é atuar no setor de energia elétrica com excelência e de forma sustentável, gerando valor para a sociedade.
Visite: https://www.chesf.com.br/


ITAIPU BINACIONAL

A Itaipu é uma Entidade Binacional criada e regida, em igualdade de direitos e obrigações, pelo Tratado assinado em 26 de abril de 1973, entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai. 
A empresa busca atuar em consonância com os padrões internacionais, brasileiros e paraguaios em matéria de transparência, mediante deliberações consensuais que envolvem brasileiros e paraguaios.
Sua missão é gerar energia elétrica de qualidade com responsabilidade social e ambiental, contribuindo com o desenvolvimento sustentável no Brasil e no Paraguai.
Itaipu coleciona prêmios e homenagens em reconhecimento à sua atuação em diferentes áreas.
Em 2019 recebeu o prêmio Reserva da Biosfera - As áreas protegidas da Itaipu no Brasil ganharam o status de Reserva da Biosfera – título já obtido por áreas da margem paraguaia da empresa, em 2017. O território é considerado como zona-núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) pelo Programa “O Homem e a Biosfera” (MaB, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
Visite: https://www.itaipu.gov.br/

 

Promotoras:

Cota Prime:

Cota Supreme:

Cota apoio:

Apoio organizacional:

Apoio institucional:

 

 
Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com