Os Avanços dos equipamentos de medições, sejam velocidade, vazão, qualidade da água etc., trouxeram uma certa facilidade na aquisição de dados, no entanto ao contrário do que era esperado não houve um desenvolvimento coerente nos estudos possibilitados pelos novos aparelhos, que mais que apenas medidores eletrônicos, possibilitam medir parâmetros antes impossíveis.

Da mesma forma com a facilidade de operação dos medidores, especialmente de vazão (i.g. ADCPs), houve um incremento de medições com problemas devido a má operação destes equipamentos, e o desconhecimento de suas limitações etc.

Assim a principal ação desta comissão é trazer um maior conhecimento da utilização destes equipamentos e estudar suas capabilidades, estendendo assim as fronteiras da medição real para somar nos estudos de recursos hídricos do nosso país.