CT Hidrologia Estatística
 

Eventos

Os antecedentes relacionados ao tema de hidrologia estatística no âmbito da ABRHidro podem ser derivados a partir de outros contextos de pesquisa e pela atuação de cada um dos proponentes da comissão e membros da ABHidro, em suas atuações acadêmicas e profissionais.

Nacionalmente, o tema vem sendo trabalhado em sessões especiais em Sessões Especiais de diversos Simpósios Brasileiros de Recursos Hídricos, por exemplo:

  • XXII SBRH
    • Sessão oral 09: Cheias no Brasil: Processos, Estimativa, Análise de Risco e Incertezas
  • XXIII SBRH
    • Sessão E33: Cheias no Brasil: Processos, Estimativa, Análise de Risco e Incertezas
    • Minicurso: Fundamentos de modelagem hidrológica: da implementação à análise de incerteza
  • XXIV SBRH
    • Tema SE02.A: Detecção e estudo da origem de variabilidade e tendências em séries hidrológicas.
    • Tema SE06.A: Cheias no Brasil: Processos, Estimativa, Análise de Risco e Incertezas
    • Tema SE09.B: Aprendizado de Máquina na Área de Recursos Hídricos

Além dessas iniciativas, minicursos têm sido ofertados por instituições de pesquisa e universidades tais como o Minicurso CPRM: Programação em R e aplicações em hidrologia (2019), e o minicurso ofertado pela UnB em sobre a “Obtenção, manipulação e análise de dados hidrológicos com R: uma introdução para iniciantes” (https://dirceureis.github.io/Mini_Curso_UnB_SemUniv_AnaliseHidro_R/) e posteriormente pela UFSC (2022). Esses minicursos fazem parte de uma articulação que vem se formando entre professores e pesquisadores da UnB, UFSC, UFMG, Funceme e CPRM, por meio do Grupo Água e Modelagem, que foi a semente para a elaboração do curso, e que foi criado com o intuito de promover um blog que focasse, primeiramente em hidrologia estatística, mas que falasse também de outros assuntos ligados à modelagem hidrológica.

Falando do contexto internacional, a IAHS, por exemplo, em 2007 lançou o grupo de trabalho de estatística em hidrologia. Esse grupo foi transformado em 2011 na Comissão Internacional em Hidrologia Estatística (STAHY). Ao longo de seu período de funcionamento, a STAHY acumulou uma série de resultados mensuráveis: organizou 12 workshops; promoveu diversas sessões em assembleias anuais da European Geoscience Union (EGU); realizou minicursos sobre diversos aspectos da hidrologia estatística; e ofereceu premiações de melhores artigos científicos nesse campo de pesquisa. Esses seriam alguns dos resultados diretos que o STAHY permitiu para a comunidade da IAHS.

Como impacto, a atuação do STAHY implicou em formação de uma comunidade atuante, formação de grupos de pesquisa, publicação artigos de impacto, diagnósticos relevantes para a comunidade europeia, a exemplo da identificação de mudanças de padrões de comportamento de cheias na Europa como os trabalhos de Blöschl et al. (2017), Hall e Blöschl (2017) e Blöschl et al. (2017b).

Outros exemplos podem ser citados nos Estados Unidos, onde a Sociedade Americana de Engenheiros Civis (ASCE), por meio do seu Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (EWRI), abriga dois Comitês para o tema:

  • “Risk, Uncertainty, And Probabilistic Approaches Committee”, cujo principal objetivo é o de promover e disseminar o estado-da-arte no tema para os profissionais que lidam com questões relacionadas à água; e
  • “Hydrologic Data Uncertainty”, que como o próprio nome sugere, procura fomentar discussões acerca da avaliação das incertezas nos dados hidrológicos, bem como o de desenvolver técnicas robustas para incorporar essas incertezas nas análises realizadas no dia a dia.

As atividades oriundas desses dois Comitês alavancam novos caminhos de pesquisa, fomentam a interação da academia com órgãos e empresas privadas no campo da engenharia de recursos hídricos e aceleram o processo de colaboração entre membros de outras instituições, como por exemplo aqueles que participam da American Geophysical Union (AGU).

Para além dessa articulação, edições especiais relacionadas ao tema têm sido promovidas por jornais de impacto focando o tema de hidrologia estatística. Alguns exemplos são os seguintes periódicos:

 

Proposta de organização de eventos técnico-científicos

Dando continuidade ao trabalho que o grupo vem realizando nos Simpósios da ABRHidro, a proposta é de que essas sessões tenham continuidade, a exemplo da proposta já enviada de sessão especial no XXV SBRH. Além da sessão, também foi feita a proposta de uma mesa redonda, que deverá contar com a presença de pesquisadores referência mundial na temática de hidrologia estatística.

Além disso, existe a proposta de oferta de minicursos sobre programação em R e Hidrologia Estatística. Em um primeiro momento, a proposta é de que esses minicursos possam ser oferecidos no XXV SBRH. Contudo, espera-se também dar continuidade aos cursos oferecidos pela UnB, UFSC e CPRM acima indicados, ampliando a participação para a comunidade da ABRHidro.

Espera-se ainda realizar eventos de Hidrologia Estatística em 2024, o que poderia vir a ser o 1º Encontro Nacional de Hidrologia Estatística. Além disso, pretende-se aproximar tal encontro da já referida Comissão Internacional em Hidrologia Estatística (STAHY) e potencialmente realizar eventos em conjunto com a comissão da IAHS.

Proposta de atividade durante o SBRH 

Dando continuidade ao trabalho que o grupo vem realizando nos Simpósios da ABRHidro, a proposta é de que essas sessões tenham continuidade, a exemplo da proposta já enviada de sessão especial no XXV SBRH. Além da sessão, também foi feita a proposta de uma mesa redonda, que deverá contar com a presença de pesquisadores referência mundial na temática de hidrologia estatística.

Além disso, existe a proposta de oferta de minicursos sobre programação em R e Hidrologia Estatística. Em um primeiro momento, a proposta é de que esses minicursos possam ser oferecidos no XXV SBRH. Contudo, espera-se também dar continuidade aos cursos oferecidos pela UnB, UFSC e CPRM acima indicados, ampliando a participação para a comunidade da ABRHidro.

A Comissão Técnica pretende adotar a premiação melhor artigo na RBRH, a exemplo do que é feito pela STAHY, no âmbito da IAHS. Critérios objetivos para a premiação serão discutidos no âmbito da Comissão, visando a incentivar a publicação de trabalhos de qualidade sobre o tema por pesquisadores associados a ABRHidro.

 

 
A ABRHidro é uma instituição que tem por finalidade congregar pessoas físicas e jurídicas ligadas ao Planejamento e à Gestão de Recursos Hídricos no Brasil. Saiba mais

SUBMISSÃO ARTIGOS: ABRHidro - RBRH ABRHidro - REGA

Endereço institucional (SEDE)

Av. Bento Gonçalves, 9500
Porto Alegre/RS - CEP: 91501 970
Instagram
Facebook
X
Linkedin
Spotify
Youtube

Contato

Graciela Schmidt Disconzi
(55) 99133 5038
abrhidro@abrhidro.org.br

Endereço para recebimento correspondências institucionais

ABRHIDRO/ Aos cuidados Graciela Disconzi
CAIXA POSTAL 5018
SANTA MARIA-RS - CEP 97105-970
Desenvolvido por Pierin.com