Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 18 - Nº. 2 - ABR/JUN - 2013
ARTIGO
Implementação do Método de Monte Carlo em Avaliação de Risco Probabilística Aplicada à Estimativa do Risco por Contato Dermal com Água Superficial Contaminada por Benzeno
Resumo:
A condutividade hidráulica é o parâmetro hidrogeológico mais importante, influenciando fortemente os processos de fluxo e
transporte de contaminantes no meio saturado. Para verificar as influências da variabilidade deste parâmetro sobre a estimativa
do risco à saúde humana a metodologia de Avaliação de Risco Probabilística foi aplicada a um estudo de caso real utilizando-se do método estocástico mais amplamente utilizado no meio científico, o Método de Monte Carlo. Para tanto, a via de exposição por contato dermal com água superficial durante a natação foi considerada e o risco estocástico estimado. Os resultados da análise estocástica revelaram uma diferença de seis ordens de magnitude entre o valor mínimo e o máximo simulado e duas ordens de magnitude para o valor real do risco, indicando a dimensão das incertezas. A análise de sensibilidade do modelo demonstrou que a concentração do contaminante é o parâmetro de maior correlação com o risco, revelando a influência da condutividade hidráulica sobre as incertezas do modelo estocástico.  
Palavras-chave: Método de Monte Carlo. Avaliação de risco probabilística. Estimativa estocástica do risco. 

 

 

50 visualizações   29 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014