Publicações

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 8 - Nº. 3 - JUL/SET - 2003
ARTIGO
Estimativa do Hidrograma Instantâneo e da Vazão Máxima de Enchentes a Partir de Vazões Médias Diárias
Resumo:
O dimensionamento dos vertedouros de reservatórios é, na maioria das vezes, realizado através de modelos probabilísticos ajustados para vazões máximas médias diárias. Isto pode causar o subdimensionamento do vertedouro, levando a sérios riscos de galgamento da barragem. Para evitar esse problema é preciso avaliar o hidrograma contínuo da cheia de projeto, de modo a considerar a vazão máxima instantânea, ou vazão de pico, como a maior vazão que chegará até o reservatório e simular o comportamento do reservatório com base nesse hidrograma, nas características hidráulicas do vertedouro e nas regras operativas das comportas. Este estudo propõe um método que permita estimar o hidrograma instantâneo de uma cheia, com base em vazões médias diárias. Com isso, é possível obter a vazão da cheia em função do tempo, dado indispensável em estudos de propagação e abatimento de enchentes. Além disso, como a informação mais importante deste hidrograma é a vazão de pico, desenvolveu-se uma fórmula prática para a sua estimativa, também com base nos dados de vazão média diária. Os resultados obtidos foram satisfatórios, melhorando consideravelmente os resultados obtidos por métodos tradicionais, propostos na literatura. 
Palavras-chave: hidrograma, vazão, reservatório. 

 

 

392 visualizações   164 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos