Publicações

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 8 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2003
ARTIGO
Avaliação da Técnica de Estimativa de Precipitação GPI Sobre a Área de Abrangência do Radar de Bauru, SP
Resumo:
Este estudo avalia a técnica de estimativa de precipitação por satélite técnica Global Precipitation Index (GPI) e duas versões
adaptadas, GPId e GPIp, nas várias escalas temporais e espaciais sobre área continental. As escalas temporais analisadas variaram entre 3 h a
um mês, enquanto que a escala espacial de 100 a 10000 Km2. A área de estudo foi o interior de São Paulo, utilizando-se imagens infravermelho
do satélite Geoestacionary Operational Environmental Satellite 8 (GOES-8) e dados CAPPI do radar meteorológico de Bauru. Os resultados da
GPI e suas duas versões foram comparados com os dados de radar meteorológico de Bauru e calculou-se a tendência, o erro médio da raiz
quadrada (RMSE) e a correlação, para várias combinações temporais e espaciais, para três formas de amostragem espaciais diferentes. Para a
maioria das combinações, as taxas ótimas encontradas apresentaram valores menores que os encontrados para a GPI. Além disso, a técnica GPI
superestima as taxas de precipitação em relação aos dados de radar, enquanto que a técnica GPIp superestima levemente as taxas de precipitação
em relação aos dados de radar. Concluiu-se também que com pequenas adaptações de temperatura limiar de chuva e não chuva e de taxa de precipitação pode-se estimar a precipitação com menores tendências e RMSE médios para resoluções temporais de 3 h a mensal e áreas de 100 a 10000 Km2, para as três formas de amostragem espacial analisadas.  
Palavras-chave: Precipitação, GPI, escalas temporais. 

 

 

146 visualizações   25 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014