Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 11 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2006
ARTIGO
Modelagem do Cloro Residual em Redes de Distribuição ? Aplicação ao Sistema de Abastecimento de Santa Maria
Resumo:
Nas redes de abastecimento podem ocorrer vários fatores que degradam a qualidade da água. A portaria MS 518/2004 detalha os procedimentos de vigilância da qualidade da água para manutenção deste padrão. Esta legislação fixa o número e a freqüência de amostragem da água em função da população abastecida, sem estipular a metodologia da escolha dos pontos de amostragem para garantir amostras representativas. Vários pesquisadores têm se preocupado em desenvolver metodologias para auxiliar na seleção de pontos de amostragem nas redes de distribuição, através da simulação de parâmetros de qualidade da água. O objetivo deste trabalho é utilizar o modelo EPANET para simular a qualidade da água de um setor do sistema de abastecimento de água de Santa Maria. O parâmetro de qualidade da água simulado foi o cloro residual livre. Foram realizadas campanhas de determinação das características hidráulicas, vazão e pressão, e das concentrações de cloro residual em pontos característicos da rede. O modelo EPANET foi calibrado para previsão dos perfis de pressão e cloro residual. Este modelo, quando perfeitamente calibrado, mostrou ser uma ferramenta eficiente para o controle da qualidade de redes de distribuição.  
Palavras-chave: Qualidade da água, redes de distribuição de água, modelo EPANET. 

 

 

107 visualizações   54 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014