Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 21 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2016
ARTICLE
Influence of oceanic-atmospheric interactions on extreme events of daily rainfall in the Sub-basin 39 located in Northeastern Brazil
Abstract:
Changes in extreme precipitation have been observed in regions where frequent rainfalls occur over short periods of time followed by prolonged droughts, creating, as a result, new watershed scenarios. Recent studies have attributed such occurrences to possible climate changes. This paper analyzes the correlation between extreme events recorded in the Sub-basin 39, located in Northeastern Brazil, and the anomalies caused by sea surface temperature - SST and the atmospheric systems operating in the region. Pearson correlation coefficients have been used combined with the variables analyzed. For such, trends in precipitation have been obtained by using the method of least squares together with linear regression and the Student's t test. The results obtained have demonstrated that due to the geographical position of the region investigated, both maximum extreme events (areas with positive trends) and minimum extreme events (areas with negative trends) are more dependent on the Dipole Atlantic than on the effects of El Niño Southern Oscillation - ENOS.

 
Keywords: Climate change; Maximum precipitation; Minimum precipitation; Influence on TSM 

 

 

Influência da interação oceânico-atmosférica nos eventos extremos de precipitação diária na Sub-bacia 39, localizada no Nordeste do Brasil
Resumo:
As alterações nos extremos pluviométricos estão sendo observadas em várias localidades, com uma frequência maior de chuvas intensas concentradas em poucos dias e estiagens mais prolongadas, passando a caracterizar novos cenários nas bacias hidrográficas. Estudos específicos vêm atribuindo tais ocorrências às possíveis modificações climáticas. Este artigo analisou a relação existente entre os eventos extremos registrados na Sub-bacia 39, localizada no Nordeste do Brasil, com as anomalias das Temperaturas da Superfície do Mar (TSM) e os sistemas atmosféricos atuantes na região, utilizando os coeficientes de correlação de Pearson entre as variáveis analisadas. Para isso, as tendências da precipitação foram obtidas utilizando o Método dos Mínimos Quadrados, associado à regressão linear e o teste t de Student. Os resultados evidenciaram que devido à posição geográfica da região estudada, tanto os eventos extremos máximos (áreas com tendências positivas) como os eventos extremos mínimos (áreas com tendências negativas) são bem mais dependentes do Dipolo do Atlântico do que das influências do El Niño/Oscilação Sul - ENOS.

 
Palavras-chave: Mudanças climáticas; Precipitações máximas; Precipitações mínimas; Influência de TSM 

 

 

288 visualizações   193 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014