Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 18 - Nº. 3 - JUL/SET - 2013
ARTIGO
Simulações Hidrológicas com Diferentes Proporções de Área Controlada na Bacia Hidrográfica
Resumo:
Este trabalho tem como hipótese que é possível identificar um padrão de aumento no desempenho esperado das simulações de vazão diária com redes neurais artificiais (RNAs) à medida que aumenta a proporção de área controlada, isto é, a área da bacia até o ponto de monitoramento à montante dividida pela área total da bacia simulada. O objetivo deste estudo é avaliar o desempenho de simulações hidrológicas com RNAs, do tipo vazão-vazão, em bacias hidrográficas com diferentes proporções de área controlada. Oitenta e três simulações foram realizadas em 15 bacias embutidas (967 km² - 71.401 km²) na Região Hidrográfica do Guaíba, RS, Brasil. O desempenho das RNAs foi bastante satisfatório, com coeficiente de Nash-Sutcliffe (NS) médio de 0,75 para 35,5% de área controlada média, e apresentou um crescimento que segue uma equação potencial à medida que aumenta a proporção de área controlada. Adotando-se um limiar razoável (NS > 0,8), pode-se afirmar que o modelo do tipo vazão-vazão com RNAs é recomendado quando atendida a condição de pelo menos 50% de área controlada. Ainda que os resultados obtidos se refiram a bacias com características semelhantes às simuladas neste estudo, este limiar pode ser adotado como referência em estudos de dimensionamento de redes hidrométricas, considerando as necessidades de extrapolação em locais sem postos fluviométricos e de preenchimento de falhas nas séries temporais dos postos existentes. 
Palavras-chave: Bacias hidrográficas embutidas. Redes neurais artificiais. Modelagem hidrológica. Vazão diária.  

 

 

166 visualizações   85 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos