Publicações
Clique para ampliar...
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 6 - Nº. 1 - JAN/JUN - 2009
ARTIGO
O custo da garantia da água bruta: o caso dos rios intermitentes do Ceará.
Resumo:
A hidrologia da região semi-árida do Brasil tem como características marcantes: a intermitência da maioria dos rios; a alta variabilidade dos deflúvios anuais e a intensa evaporação. A intermitência dos rios associada a solos cristalinos de baixa produção de águas subterrâneas torna necessária a construção de reservatórios para prover água com confiabilidade. Assim, as grandes incertezas hidrológicas obrigam aos gestores a manutenção de águas estocadas para enfrentamento das secas. Por sua vez, a intensa evaporação, em estoques de águas mantidos ao longo do tempo, diminui os rendimentos hidrológicos dos reservatórios. Analisa-se no artigo o custo da garantia da água em uma amostra de 40 reservatórios no Ceará. Utilizou-se simulação Monte Carlo para avaliar o volume regularizado em estado de equilíbrio. Foram avaliados os custos da regularização de vazões para as garantias de 99, 98, 95, 90, 85 e 80%. Observou-se que o custo da água bruta torna-se 203% mais caro quando a garantia passa de 80 para 99%. Observou-se também que para altas garantias, como 99%, o custo de regularização de vazões em reservatórios ineficientes chega a 35 vezes o custo em reservatórios eficientes.  
Palavras-chave: Custo de água, garantia da água, reservatórios. 

 

 

82 visualizações   30 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014