Publicações
Clique para ampliar...
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 5 - Nº. 2 - JUL/DEZ - 2008
ARTIGO
Gestão integrada das águas urbanas
Resumo:
A população e o meio ambiente têm sofrido impactos por práticas insustentáveis de desenvolvimento urbano que inicia pelo uso do solo e segue na limitada capacidade de gestão estratégica das cidades para resolver os problemas relacionados com gestão das águas urbanas. A sociedade brasileira está no estágio que os países desenvolvidos se encontravam antes da década de 70, denominada de higienista, já que procura distribuir água segura, coletar o esgoto e transferir para jusante sem tratamento, desta forma evitando doenças na vizinhança de quem gera o esgoto, mas transferindo para outros e deixando para o meio ambiente o ônus do tratamento e desta forma recebendo um subsídio. Com o crescimento urbano os impactos aumentaram tornando-se generalizados dentro e fora da cidade e reduzindo a qualidade da água segura para a própria população.
Este artigo analisa esta tendência dentro de uma visão comparativa internacional e os desafios que o país se encontra na busca das metas do milênio. Trata também de discutir como integrar a gestão dos recursos hídricos em implantação e a gestão da cidade na busca da sustentabilidade estratégica de longo prazo.  
Palavras-chave: desenvolvimento urbano; estratégico; águas urbanas; saneamento. 

 

 

778 visualizações   368 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014