Publicações
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 20 - JAN/DEZ - 2023
ARTIGO
A primeira avaliação de microplásticos no Rio Xingu
Resumo:
Os microplásticos podem ser gerados por diversas atividades humanas e são encontrados em diferentes reservatórios ambientais, como os sedimentos fluviais. Considerando a rica biodiversidade da Amazônia e a intensa interferência antrópica na região, torna-se fundamental avaliar o estado dos seus recursos hídricos. Desse modo, o presente estudo teve como objetivo analisar a abundância, morfologia e cor dos microplásticos nos sedimentos do Rio Xingu, no Brasil. A coleta de dados e análises foram realizadas em fevereiro de 2023. Os microplásticos foram coletados nos sedimentos do rio e extraídos a partir de princípios de densidade e flotação. Assim, foi detectada uma abundância média de 204±22,40 partículas/kg, com prevalência das fibras (56,86%) e dos fragmentos (25%), seguidos pelos feixes de fibra (10,78%) e esferas (7,35%). A maioria dos microplásticos encontrados era transparente (57,84%). Nossos resultados revelaram que a abundância de microplásticos no Rio Xingu é maior do que em sistemas dulcícolas localizados zonas agrícolas e de conservação, sendo comparável com aqueles inseridos em áreas urbanas e industriais. Logo, destaca-se a necessidade de ações políticas, sociais e ambientais para remediar a presença de microplásticos em sistemas fluviais amazônicos. 
Palavras-chave: Amazônia; Sedimentos Fluviais; Abundância; Morfologia. 

 

 

The first evaluation of microplastics in the Xingu River
Abstract:
Microplastics can be generated by various human activities and are found in different environmental reservoirs, such as river sediments. Considering the rich biodiversity of the Amazon and the intense human interference in the region, it is essential to assess the state of its water resources. Thus, this study aimed to analyze the abundance, morphology, and color of microplastics in the sediments of the Xingu River in Brazil. The data collection and analysis were carried out in February 2023. Microplastics were collected from the river sediments and extracted using density and flotation principles. A mean concentration of 204±22,40 particles/kg was detected, with a prevalence of fibers (56.86%) and fragments (25%), followed by fiber bundles (10.78%) and spheres (7.35%). The majority of microplastics found were transparent (57.84%). Our results revealed that the abundance of microplastics in the Xingu River is higher than in freshwater systems located in agricultural and conservation areas, comparable to those in urban and industrial areas. Therefore, there is a need for political, social, and environmental actions to remediate the presence of microplastics in Amazonian River systems. 
Keywords: Amazon; Fluvial Sediments; Abundance; Morphology. 

 

 

96 visualizações   44 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014

 

ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos