Publicações
REGA - Revista de Gestão de Água da América Latina - ISSN 2359-1919
VOLUME. 17 - JAN/DEZ - 2020
ARTICLE
Environmental risk assessment for the use of liquid swine manure as soil fertilizer
Abstract:
Liquid Swine Manure (LSM) has being recognized as a potential fertilizer for agriculture, but excessive
and/or prolonged applications of high doses in agricultural systems may cause soil and water pollution. The present paper presents the proposition of a multicriteria model that aims to identify and classify agricultural areas that receive
LSM as soil fertilizers, according to the degree of potential risk of contamination of surface waters. The proposal is based on the knowledge of experts, use of Geographic Information Systems (GIS) and the modelling of a decision support system. The determination of environmental risk criteria was performed based on a literature review and its weighting was defined through consultation with specialists from various institutions, research, educational and environmental of the State of Santa Catarina. The model, called SMRISK (Swine Manure Risk), was applied within a watershed with intensive pig farming located in Southern Brazil and proved to be more restrictive compared to the
legal regulations used for the environmental licensing of pig farming in the State of Santa Catarina. 
Keywords: Pig Farming; Animal Waste; Geographic Information Systems. 

 

 

Avaliação do risco ambiental para uso de dejetos líquidos de suínos como fertilizante de solo
Resumo:
O dejeto líquido de suínos (DLS) apresenta reconhecido potencial fertilizante para a agricultura, entretanto aplicações excessivas e/ou prolongadas de altas doses em sistemas agrícolas podem causar poluição do solo e da água. O presente trabalho apresenta a proposição de um modelo multicritério que visa identificar e classificar áreas agrícolas que recebem DLS como fertilizante de solo, de acordo com o grau de risco potencial de contaminação das águas superficiais. A proposta fundamenta-se no conhecimento de especialistas, no uso de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) e na modelagem de um sistema de suporte à decisão. A determinação dos critérios de risco ambiental foi realizada com base em revisão de literatura e sua ponderação foi definida mediante consulta a especialistas de diversas instituições de ensino, pesquisa e meio ambiente do Estado de Santa Catarina. O modelo, denominado de SMRISK (Swine Manure Risk), foi aplicado em uma bacia hidrográfica com produção intensiva de suínos localizada no sul do Brasil e demonstrou ser mais restritivo em comparação com as normativas legais utilizados para o licenciamento ambiental da suinocultura no Estado de Santa Catarina 
Palavras-chave: Suinocultura; Dejetos Animais; Sistemas de Informação Geográfica. 

 

 

66 visualizações   14 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014