Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 12 - Nº. 3 - JUL/SET - 2007
ARTIGO
Avaliação do Padrão da Composição Isotópica de Águas na Bacia do Rio Joanes: Implicações para a Interação entre Águas Superficiais e Subterrâneas
Resumo:
O sistema de aqüíferos da região metropolitana de Salvador é uma importante fonte de água doce intensamente utilizada para o consumo urbano e industrial. Neste artigo utilizamos a composição isotópica de águas de precipitação coletadas em Salvador, de águas superficiais da Bacia do rio Joanes e de águas subterrâneas da região metropolitana de Salvador para avaliar vários aspectos da interação entre águas superficiais e subterrâneas nesta região. Os resultados indicam: (i) o valor médio da composição isotópica das águas superficiais é comparável com o valor médio das precipitações, indicando que a evaporação modificou muito pouco a composição isotópica das águas ao longo da Bacia do Joanes; (ii) não existe um enriquecimento isotópico nas águas superficiais no sentido cabeceira foz, indicando interação entre água superficial e água subterrânea ao longo da Bacia; (iii) os valores isotópicos de águas subterrâneas próxima ao rio Ipitanga (formação Barreiras), provenientes de aqüíferos livres, indicam valores equivalentes aos valores das águas de precipitação, enquanto que os valores isotópicos para águas subterrâneas provenientes do aqüífero São Sebastião, provenientes de aqüíferos profundos com águas fósseis, apresentaram uma marca isotópica diferente da água de precipitação; (iv) os valores isotópicos das águas de precipitação se distribuem ao longo da reta de correlação D=12+8.7O18, numa faixa estreita e similar a valores da Agência Internacional de Energia Atômica (medidos no período 1965 a 1987), exceto o valor correspondente a janeiro de 2004 bastante diferente da média dos restantes provavelmente devido ao efeito da quantidade ou devido à aproximação da zona intertropical de convergência. 
Palavras-chave: composição isotópica; interação águas superficiais e subterrâneas. 

 

 

112 visualizações   54 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014