Publicações
Clique para ampliar...

RBRH
Revista Brasileira de Recursos Hídricos
Brazilian Journal of Water Resources

ISSN 2318-0331

VOLUME. 19 - Nº. 4 - OUT/DEZ - 2014
ARTIGO
Aplicação da tecnologia de filtração em margem para população difusa no Semiárido Pernambucano
Resumo:
As populações difusas das zonas rurais no semiárido nordestino sofrem com o problema de abastecimento e de qualidade da água. Em vários casos, é comum o uso diretamente da água de pequenos barreiros, açudes e reservatórios de abastecimento para o consumo humano. Sendo assim, o consumo da água diretamente do corpo hídrico poderá provocar inúmeras doenças, uma vez que grande parte desses mananciais estão poluídos com elementos químicos oriundos das atividades humanas, e naturalmente, a poluição devido a florações de espécies de cianobactérias que podem liberar toxinas mortais. O nordeste brasileiro possui dezenas de milhares de reservatórios de abastecimento construídos de terra. O experimento de Filtração em Margens (FM) realizado na cidade de Garanhuns demonstrou a possibilidade da utilização da água que percola a barragem de terra do reservatório Mundaú, poluído com efluentes domésticos e também por constantes florações de cianobactérias, onde a água que percolou através da barragem foi filtrada pelo próprio solo, eliminando as cianobactérias e melhorando alguns parâmetros físico-químicos contidos na água. A vazão média obtida foi de aproximadamente 5,70 m3/dia. Considerando a construção de um pequeno sistema de adução de água até um reservatório, e com uma demanda per capita de 50 L/pessoa/dia daria para abastecer um total de 20 famílias, sendo necessário uma simples desinfecção. Dessa forma, evitaria assim o uso da água diretamente do reservatório. 
Palavras-chave: Populações difusas. Semiárido. Barragens de Terra 

 

 

337 visualizações   167 downloads     Contabilizado a partir de 10/08/2014